Ex-BBB Fernando Fernandes desabafa sobre problema em voo no Rio

By  |  0 Comments

Atleta, que não conseguiu embarcar por falta de equipamento para transporte de cadeirantes, reclama da falta de preparo dos funcionários

1912164_802366603134767_108518418401992463_n

Na sexta-feira passada, 17, o ex-BBB Fernando Fernandes, tetracampeão brasileiro de paracanoagem, não conseguiu embarcar em um avião no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, por ausência de um equipamento para transporte de passageiros com necessidades especiais, o ambulift. Pela internet, o atleta conversou com Fátima Bernardes e contou como tudo aconteceu. Ele ainda fez um desabafo e lembrou que a cidade vai ser a sede dos próximos Jogos Paralímpicos, em 2016.

Fernando Fernardes lembra primeira viagem sozinho como cadeirante: ‘Foi tenso’

“Na verdade, eu estava voltando de um evento aqui no Rio e quando fui embarcar, um funcionário disse que eu não iria naquele voo, só 40 minutos depois. E eu queria ir nesse voo, que era o que eu tinha escolhido. O funcionário foi extremamente grosso comigo”, disse Fernando.

O atleta, então, decidiu pegar o ônibus interno do aeroporto e ir para a pista para tentar embarcar: “Eu queria embarcar naquele voo. Lá, um funcionário, muito educadamente, me explicou que não tinha o equipamento e que não poderiam me ajudar a subir manualmente por causa de uma resolução da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Depois de um tempo, percebi que não iria embarcar e voltei para o ônibus, fui para a sala de embarque e peguei outro voo depois”.

Fernando contou ainda que ficou chateado com a atitude do primeiro funcionário que o abordou e com o despreparo de um aeroporto da cidade que vai receber as Olimpíadas e as Paralimpíadas em 2016. “O funcionário me abordou falando: ‘Você não vai embarcar nesse voo, só daqui a 40 minutos’. foi uma falta de respeito”, afirmou.

O que diz a ANAC

De acordo com uma resolução da ANAC, é obrigação dos aeroportos ter um ambulift, um tipo de elevador, para atender passageiros com necessidades especiais. Essa mesma resolução diz que é proibido carregar manualmente o passageiro, exceto nas situações que exijam saída de emergência da aeronave.

FONTE G1

Comments

happywheels

Deixe uma resposta

ChatClick here to chat!+
Ver peliculas online
%d blogueiros gostam disto: