O entusiasmo é a maior força da alma confira…

By  |  0 Comments

1061937_788694734479611_1095286798_n (1)

coluna de Antônio De Oliveira

Me chamo Leide Rose B. de Souza, tenho 39 anos, sou casada, mãe, faço faculdade de Pedagogia, professora de artes, voluntária em escola como profª de crochê e Libras, articulista, organizo eventos sociais em Arujá e sou cadeirante há 10 anos.
Deixei de andar em 2005 após um dia comum de trabalho foi dormir e ao acordar não mais consegui levantar da cama, foi um susto muito grande, um desespero de querer sair dali e não conseguir, mas todos os meus esforços estava sendo em vão eu não tinha nenhuma força para me mexer.
A partir desse dia minha vida literalmente mudou da noite para o dia eu que sempre fui independente e cuidava de todos os meus afazeres estava dependendo de todos para as mais simples atividades que se possa realizar, nessa época eu estava prestes a me casar e me casei na certeza que tudo seria passageiro que logo voltaria andar, os dias, os meses, os anos foram passando, novos tratamentos em busca de respostas se iniciaram, dia após dia uma esperança de acordar e pensar que tudo aquilo era apenas um sonho e após 05 anos de tratamento intensivo a equipe médica chega à conclusão que não havia mais o que se fazer todos os recursos possíveis já haviam sido realizados e não houve um diagnostico fechado do que eu tinha.
Foi então que eu me vi diante de duas alternativas: – desistir ou lutar. Muitas vezes me senti sem forças e cansada de tudo, porém em outras me senti tão forte quanto o tempo que eu andava e essa força que vem de Deus me moveu a lutar diante da minha nova realidade sentida no dia a dia em relação à acessibilidade, ou melhor, a falta dela por onde eu passava foi então que iniciei alguns trabalhos sociais em Arujá um deles é a TARDE DE VIVÊNCIAS EM ARUJÁ que iniciou em 2013 através de uma conversa informal com um amigo, resaltando que todo dia 21 de setembro se comemoram o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência e a partir desse momento nascerá o desejo de se comemorar essa data. A data foi instituída para promover a conscientização da sociedade e dirigentes sobre as ações que necessariamente e urgentemente precisam ser tomadas para a realização do aumento da qualidade de vida daqueles que lutam a cada dia mais pelos direitos humanos igualitários. Por isso, a luta não se baseia apenas na melhoria das calçadas e rodovias públicas. Mais do que acessibilidade física, busca-se transpor barreiras e dar condições para que tenham acesso à cultura, lazer, educação e principalmente ao mercado de trabalho, terminando de vez com o preconceito ou qualquer tipo de discriminação.
A Tarde de Vivência é um evento social que tem o importante papel de proporcionar entretenimento, diversão e informação com o desenvolvimento humano por meio de uma relação individuo/deficiente com a sociedade, com a família e consigo mesmo, aumentando a autoestima para enfrentar em igualdade os desafios da sociedade contemporânea e assim, proporcionando a cada pessoa a oportunidade de sentir na pele por alguns minutos uma limitação e passar a fazer uma reflexão sobre o dia a dia o outro projeto social é a LENTE INCLUSIVA que tem como objetivo de reunirmos pessoas com deficiência ao ar livre e proporcionarmos a elas uma tarde de princesas e príncipes com uma sessão de fotos, pois as fotos tem a magia de transportar as pessoas para diversos lugares, eternizar momentos em que olhamos com outros olhos, com um olhar de quem venceu obstáculos e assim nos motivando a superar outros. Também sou voluntária em escolas ensinado Libras e crochê do qual é uma grande honra para mim o melhor de tudo é ver o quanto é possível fazer a diferença, cada momento é uma conquista, uma satisfação, quanto mais me envolvo, mais me apaixono.
Hoje eu tenho a certeza que minha vida mudou e graças a Deus para melhor chego a olhar para trás e ver quanto tempo eu perdi com coisas fúteis quando eu andava e hoje busco não mais perder tempo com isso, pelo contrário procuro me dedicar ao máximo a quem realmente precisa. Sou muito grata a Deus por tudo que sou.
Essa é a minha história de vida.

Comments

happywheels

Deixe uma resposta

ChatClick here to chat!+
Ver peliculas online
%d blogueiros gostam disto: